Qual cidadania mais procurada?

Os portugueses estão entre os cidadãos mais procurados pelos brasileiros.

Muitos descendentes de portugueses têm esse direito.

No entanto, a falta de documentos pode se tornar um obstáculo para a obtenção de documentos.

Há alguns anos, mergulhei nesta ideia e obtive a cidadania portuguesa para mim e para o meu filho segundo os documentos dos meus antepassados.

Para esclarecer, que dependendo das circunstâncias, obter a cidadania é mais fácil do que você imagina.

Encontre todas as informações sobre quem tem o direito de obter a cidadania portuguesa e dicas de como obtê-la neste post especial.

Quem tem direito à cidadania portuguesa?

Muitos brasileiros têm o direito de obter a cidadania portuguesa.

Portanto, se você tiver familiares imediatos (pais ou avós) em Portugal e possuir documentos portugueses válidos, pode apresentar uma candidatura.

Agora veja quem tem direito à obtenção da cidadania portuguesa:

  • Em primeiro lugar, os filhos de cidadãos portugueses, os netos, esposo e esposa (cônjuges) e companheiros dos mesmos.
  • Em segundo lugar, os cidadãos nascidos em ex-colônias e também aqueles que por algum motivo tenham perdido a nacionalidade portuguesa.
  • Em terceiro lugar, os descendentes de judeus sefarditas portugueses também têm direito a requererem a nacionalidade portuguesa.

Como posso ter a cidadania portuguesa?

Se cumprir a lista acima e estiver pronto para se candidatar à cidadania portuguesa, ainda há um caminho a percorrer.

Para detalhes sobre cada tipo de solicitação, veja abaixo.

Para os filhos – como o caso mais facilmente reconhecido, a cidadania dos filhos imediatos está relacionada com a Lei Orgânica 2/2020, à semelhança de outros casos em que é reconhecida a nacionalidade portuguesa.

Neste caso, para reconhecer a dupla nacionalidade, basta apresentar o registo dos pais ou pais com nacionalidade portuguesa e registar-se como cidadão português, sem qualquer etiqueta pesada;

Para os netos – não há muita diferença entre a dupla nacionalidade portuguesa com filhos diretos.

O processo de cidadania dos netos é relativamente rápido, pois o direito à cidadania portuguesa “salta” uma geração.

Assim, mesmo que os pais não o desejem, ainda podem reconhecer a cidadania portuguesa através dos avós.

No processo, é necessário comprovar a ligação com a comunidade portuguesa e, se o conhecimento for suficiente, a nova lei irá promover esta ligação.

Para os bisnetos – o tipo de brasileiro mais comum e procurado, e o mais complicado, pois para solicitar a cidadania os pais ou avós da pessoa devem reconhecer a cidadania antes que isso torne o processo um pouco maior.

Para os cônjuges – nestes casos, é necessária a comprovação de vínculo com cidadão português há pelo menos seis anos.

Se esse relacionamento resultar em um filho comum, esse período cairá para três e poderá ser reconhecido assim que nascer o primeiro filho do casal.

Depois de produzida a transcrição de nascimento, ela deve ser apresentada com o documento.

E você saiba que essa era a cidadania mais procurada pelas pessoas?